23 de mai de 2012

BR 364 fechada por uma hora em 7 locais




          Mais de dois mil servidores públicos estaduais de várias categorias participaram do ato público que fechou a BR 364 por uma hora em sete pontos do Estado de Rondônia na manhã desta quarta-feira, dia 23/05.
A manifestação foi um protesto dos servidores para cobrar do governo federal a publicação da Instrução Normativa que vai definir a transposição de servidores estaduais contratados até 1991 para a folha da União.
O ato público com fechamento da BR 364 aconteceu simultaneamente às 10 horas da manhã nas cidades de Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Pimenta Bueno e Vilhena.
Em Porto Velho os servidores se concentraram às 8 hora da manhã na Praça das Três Caixas D’Água, de onde foram transportados em aproximadamente 20 ônibus para a BR 364, na saída para Cuiabá.
No local foram instalados faixas e cartazes que cobravam do governo providências para iniciar a transposição. Com o auxílio de um carro de som, líderes de todas as categorias de servidores se manifestaram a favor da transposição.
O presidente do Sintero, Manoel Rodrigues, destacou que há quase um ano a presidente Dilma Roussef esteve em Porto Velho, quando assinou o Decreto de regulamentação da Emenda Constitucional nº 60. “Na oportunidade a própria Presidenta disse que era preciso fazer justiça com o povo de Rondônia, e que em 60 dias todos que se enquadrassem naquele decreto estariam no quadro federal. Já se passou quase um ano e a transposição não se concretizou. Isso é um absurdo, uma desrespeito ao povo de Rondônia, um descaso para com os servidores”, denunciou Manoel.
Segundo ele, se até o fim desta semana a Instrução Normativa não for publicada, na próxima semana uma caravana de servidores seguirá para Brasília, com a finalidade de acampar no Palácio do Planalto, no Congresso Nacional ou no Ministério do Planejamento.
Na sexta-feira, dia 25, os presidentes e diretores dos sindicatos de servidores voltam a se reunir para definir as estratégias da caravana, e organizar a estrutura necessária para o acampamento em Brasília.

Autor: Assessoria


Nenhum comentário: